Futuro do mercado de inversores solares no mundo passa por sistemas inteligentes de gestão energética – MICRO SOLAR ENERGY
Responsive image
Article

Futuro do mercado de inversores solares no mundo passa por sistemas inteligentes de gestão energética

https://www.portalsolar.com.br/blog-solar/inversor-solar/futuro-do-mercado-de-inversores-solares-no-mundo-passa-por-sistemas-inteligentes-de-gestao-energetica-diz-especialista.html

 

O futuro do mercado mundial de inversor solar passa necessariamente por investimentos em soluções que agreguem sistemas de Inteligência Artificial (IA) e Internet das Coisas (IoT). Essa discussão foi retomada recentemente por Lior Handelsman, VP de Marketing e Fundador da SolarEdge, em um artigo assinado por ele na revista internacional PV Tech, especializada em energia solar.

Segundo o especialista, os fabricantes de inversores no mundo têm obtido resultados importantes no mercado de energia solar, impulsionados sobretudo com o crescimento das encomendas tanto na geração centralizada quanto na distribuída e, ao mesmo tempo, com a queda significativa dos preços do kit fotovoltaico.

Entretanto, Handelsman alerta que aproveitar o bom momento da energia solar no mundo não é suficiente para garantir sustentabilidade no negócio de inversores. Segundo ele, as empresas não devem apenas se concentrar simplesmente no crescimento da presença global ou em melhorias incrementais na tecnologia dos produtos, mas sim desenvolver soluções que as transformem em protagonistas da transição energética no mundo.

O primeiro passo para liderar esse processo de transição, é, de acordo com Handelsman, parar de pensar em um inversor como um “gerente”, mas sim entender o potencial que possui como um grande “gestor de energia”. “Os consumidores não estão mais interessados em apenas colocar sistemas de energia solar em seus telhados e esquecê-los. Eles querem controle total de como essa energia é usada”, destacou Handelsman.

“Para promover a melhor experiência ao consumidor, as empresas devem focar em inversores que façam a gestão de toda a produção energética, do sistema de armazenamento de energia e da interação de rede e consumo, além de poder controlar dispositivos inteligentes, carregamento de veículos elétricos e aquecimento de água, por exemplo”.

Para Handelsman, ao integrar tais funcionalidades no hardware e firmware do inversor, os fabricantes certamente terão receitas mais altas em comparação com o inversor solar padrão. “No entanto, isso não significa apenas que o mercado precisa olhar de maneira diferente as ofertas de produtos, mas também é necessário reavaliar o modelo de negócios. Assim como as funcionalidades do hardware se expandem, as empresas também precisam diversificar seus negócios”, explicou.

“Na prática, os fabricantes devem se ver como empresas de energia inteligentes e completas. Se os últimos dez anos no mercado de geração solar nos ensinaram alguma coisa é que há uma indústria dinâmica e em rápido crescimento. Os mercados se transformam, os subsídios expiram, os players se adaptam ou perecem. Com as atuais pressões e motivações do mundiais, espera-se que os próximos dez anos tragham ainda mais desafios e oportunidades”, conclui.

O inversor monofásico de carregamento de Carros Elétricos da SolarEdge oferece aos proprietários a capacidade de carregar veículos elétricos até seis vezes mais rápido que um carregador padrão de nível 1, isso através de um modo inovador de aproveitamento de energia solar que utiliza a rede e o carregamento fotovoltaico simultaneamente. Este produto as SolarEdge é o primeiro carregador de veículos elétricos do mundo com um inversor fotovoltaico integrado.